• Amo Orquideas

  • segunda-feira, 1 de novembro de 2010

    Orquídeas e dúvidas mais comuns

    Orquídeas

    As orquídeas são flores especiais e de rara beleza.  As orquídeas pertencem à família Orchidaceae, com cerca de quarenta mil espécies e setecentos gêneros.
    O cultivo de orquídea deve obedecer algumas regras: se dar, preferencialmente, em um recipinte pequeno de barro, com pouca umidade, bom arejamento e boa iluminação.
    Existem vários tipos de orquídeas, desde as mais comuns (cattleya, cymbidium, epidendrun, phalaenopsis, oncidium, etc), até as mais exóticas como a chamada Orquídea Negra. O cultivo de orquídeas é estreitamente ligado às circunstâncias climáticas e culturais, porém, dependendo da espécie, podem prosperar em qualquer lugar e florir regularmente, sendo que alguns tipos de orquídeas podem florir duas ou três vezes ao ano.As orquídeas são divididas em dois tipos básicos de crescimento, o monopodia e o sympodial. Na fase Monpodial, as plantas possuem apenas uma haste central que cresce continuamente até à ponta. As orquídeas Sympodial estão em fase avançada e eventualmente produzem muitas flores.As orquídeas selvagens sobrevivem com nutrientes advindos do ar, chuva e do ambiente do tronco da árvore ou pedra a qual está aderida pelas raízes.

    Você pode cultivar orquídeas!
    Se você pode cultivar outras plantas em sua casa ou apartamento, você pode também cultivar orquídeas. Com alguma atenção à luz, adubação, e um cuidado semanal, estas plantas, surpreendentemente resistentes enchem os olhos na época da floração. Porém cultivar orquídeas pode ser um desafio, em circunstâncias às descobertas diárias de novos tipos de orquídeas, e novas formas de manejo que vai da semente à planta adulta. Bom pensando em ajudar estamos postando algumas das perguntas mais comuns, que algumas pessoas tem dúvidas.

    1 - Orquídeas são difíceis de cultivar?
    NÃO. Cultivar orquídeas não é mais difícil do quem muitas outras plantas populares. Como qualquer outra planta, a orquídea precisa de água, comida, luz e ar. Se você pode cultivar outras plantas em sua casa ou apartamento, você também pode cultivar orquídeas. Tudo que precisamos é um pouquinho de cuidado.

    2 - As orquídeas são parasitas?
    Absolutamente NÃO. De 20.000 espécies de orquídeas que crescem no planeta, nenhuma é parasita. Na natureza, muitas delas aderem à árvores e arbustos como um hábito de crescimento; porém elas não se utilizam de qualquer tipo de substâncias advindas da árvore. Orquídeas que crescem aderidas à arvores são chamadas plantas aéreas.

    3 - Eu preciso de uma estufa?
    Não necessariamente. Muitas orquídeas podem ser cultivadas em sua casa próximas à janelas, obtendo a luz indireta do sol. Quando for selecionar uma planta, escolha àquela que irá sobreviver no ambiente que você pode oferecer à ela.

    4 - Existem muitos tipos de Orquídeas?
    SIM. Nenhuma família de plantas apresentam uma diversidade tão grande quanto à família das orquídeas, sendo assim, apresentam diversas formas e hábitos de crescimento. Algumas orquídeas produzem flores menores que um mosquito, porém outras espécies, produzem flores maiores que um prato.

    5 - As orquídeas são originária de florestas?
    Algumas são. Mas cada localidade de um território, dependendo do ambiente, tem suas próprias espécies de orquídeas. Podemos encontrar orquídeas até mesmo no Ártico. Ontário, por exemplo, possue mais de 60 espécies de orquídeas nativas.

    6 - As flores das orquídeas são perfumadas?
    Algumas possuem essências poderosas, outras não. A maioria das orquídeas apresentam fragrâncias similares, enquanto outras se assemelham à fragrâncias do coco, cítrico, chocolate. As orquídeas que não apresentam aromas, confiam na sua forma e nas próprias cores para atrair insetos ou pássaros para que seja feita a polonização. O perfume Euphoria da marca Calvin Klein, por exemplo é composto pelo aroma da orquídea negra.

    7 - Quanto tempo duram as flores?
    Depende do tipo da orquídea, do ambiente e do cuidado. As lindas flores híbridas da orquídea cattleya podem durar de uma à quatro semanas, enquanto as phalaenopsis duram geralmente de um à quatro meses.

    8 - Que tipo de solo/composto as orquídeas necessitam?
    A maioria não requer solo ou composto. Na natureza, as orquídeas são dividas em quatro tipos de acordo com as circunstâncias do meio ambiente. A maioria são classificadas como epiphytes, ou plantas aéreas, que crescem em árvores. Existem também, orquídeas sobrevivem somente aderidas às rochas, estas, são nomeadas de lithophytes. As Saprophytes crescem no musgo, frequentemente no "assoalho" da floresta. Finalmente, as terrestres que escoram-se no solo.

    9 - As orquídeas devem ser protegidas por um telhado?
    Não necessariamente. Durante a floração, proteger a orquídea das chuvas, se faz necessário para preservar as flores por mais tempo. Fora da época da floração, elas podem ser abrigadas ao ar livre, desde que seja um lugar sem luz direta do sol, debaixo de uma árvore, ou sob o telhado de uma casa por exemplo. Proteja-as também do vento forte e constante. v

    10 - As orquídeas devem estar em um clima quente?
    Como a maioria das plantas, as orquídeas preferem a temperatura amena, nem tão quente, nem tão frio. Somente algumas espécies adaptam-se melhor em climas mais quente e outras em climas mais frios.

    11 - Orquídeas vivem muito?
    A maoria vive muuuuito! De fato, algumas espécies, dando a devida atenção, são "virtualmente" imortais. Divisões e propagações de orquídeas descobertas no século 19 continuma bem vivas e florindo ainda hoje.

    12 - Quantas vezes a orquídea floresce?
    Novamente, depende da planta. Algumas, somente uma vez por ano, outras várias vezes ao ano, e uma minoria, floresce contínuamente.

    13 - Quando as orquídeas florescem?
    As mais populares, florescem no inverno e na primavera, outas espécies podem florescer em qualquer mês do ano.

    14 - Eu posso transportar as orquídeas?
    Orquídeas são portáteis, porque crescem em potes e vasos. Podem ser carregadas para qualquer lugar, muitas são rotineiramente enviadas por navios para diferentes países do planeta, porém não se esqueça, uma planta bem adaptada e florindo todo ano, NUNCA deve ser submetida a uma brusca mudança de meio ambiente. Uma cattléia brasileira, por exemplo, não deve ser enviada para a Finlândia, pois, certamente não vai se adaptar.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Postar um comentário